Uma avalanche de novas lojas virtuais no período de pandemia

A pandemia tem impulsionado o e-commerce, pois as pessoas passaram a comprar pela internet produtos que estavam acostumadas a adquirir em lojas físicas. Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), desde o início da pandemia mais de 135 mil lojas aderiram às vendas pelo comércio eletrônico para continuar vendendo e mantendo-se no mercado. A média mensal antes da pandemia era de 10 mil lojas por mês.

A instituição diz que os setores mais aquecidos na abertura de estabelecimentos virtuais são os de moda, alimentos e serviços. “É importante ressaltar que essas 135 mil são lojas ativas e que realmente têm produtos/serviços para oferecer. Ou seja, um número gigante de lojas realmente ativas e vendendo”, diz o presidente da ABComm, Maurício Salvador.

Comentários

PÁGINA MAIS VISITADA

Shopify Lança Plataforma de E-mails Gratuita